Especialização tecnológica (CET)

São cursos de formação pós-secundária não superior, com a duração aproximada de um ano, que visam suprir necessidades do tecido empresarial, ao nível de quadros intermédios, capazes de responder aos desafios colocados por um mercado de trabalho em permanente mudança e acentuado desenvolvimento.

Que entidades podem desenvolver esta formação

No âmbito do Ministério da Solidariedade, Emprego e Segurança Social podem realizar estes cursos, os centros da rede do IEFP e as instituições de formação certificadas pela Direção-Geral do Emprego e das Relações do Trabalho, aos quais seja concedida autorização de funcionamento de um CET, através de Despacho do Ministro da tutela, ouvida a Comissão Técnica para a Formação Tecnológica Pós-Secundária.

Como instruir e apresentar um pedido de criação e autorização de funcionamento

O pedido de criação e autorização de funcionamento de um CET é dirigido ao Instituto do Emprego e Formação Profissional, I.P., que se constitui como Serviço Instrutor, pelo Despacho n.º 20051/2006, publicado no Diário da República n.º 190, 2.ª série, de 2 de outubro de 2006.

O processo de pedido de criação e autorização de funcionamento de um CET, é organizado de acordo com a Deliberação n.º 1208/2013 da Comissão Técnica para a Formação Tecnológica Pós-Secundária, com base nos seguintes formulários e modelos:

Compete ao IEFP a análise e a emissão de parecer, sobre os pedidos de criação e autorização de funcionamento, bem como, a respetiva tramitação processual.

Cursos de formação

Consulte aqui os referenciais de formação nacionais disponíveis no Catálogo Nacional de Qualificações.

Consulte, ainda, os cursos das entidades formadoras com autorização de funcionamento: